Page 6 - Observa Magazine Novembro
P. 6

AILD





                                     Associação Internacional de Lusodescendentes





                Aconteceu
                                                 da Comunidade Portuguesa Resi-  rar a taxa de natalidade dos portu-
                                                 dente no Estrangeiro. Não fazendo   gueses residentes em Portugal e no
                                                 parte sequer do léxico de muitos   estrangeiro, já agora faixas etárias,
                                                 emigrantes e lusodescendentes.   etc… Provavelmente, chegaríamos à
                                                 Os portugueses podem verdadei-  conclusão que o futuro de Portugal
                                                 ramente dizer que são cidadãos   está lá fora, a sua juventude, as
                                                 do mundo, pois dispersam-se por   suas crianças estão lá fora, mas o
                                                 ele com alguma naturalidade. A   “lá fora” existe realmente? Não há
                                                 ONU contabiliza a nossa presença   dúvida que a palavra “Diáspora”
                A AILD - Associação Internacional   em mais de 180 países. Não temos   não retrata o futuro, não representa
                dos Lusodescendentes, realizou no   dúvida que a palavra “comunidade   a comunidade portuguesa, pois só
                passado dia 20 de outubro, na Facul-  portuguesa” representa melhor   há um Portugal, uma nação, uma só
                dade de Ciências Sociais e Humanas   a diversidade dos portugueses.   comunidade.”
                da Universidade Nova de Lisboa, o   Atualmente, a tecnologia esbateu   O colóquio terminou com uma
                colóquio “Pare de dizer Diáspora”.  completamente a distância geográ-  intervenção por vídeo do Senhor
                O primeiro painel, moderado por   fica, possibilitando uma maior proxi-  Ministro da Educação, Tiago Bran-
                Rosário Lira, da RTP, contou com a   midade dos portugueses residentes   dão Rodrigues, que congratulou
                participação da Dr.ª Berta Nunes, Se-  no estrangeiro com Portugal. Quem   todos os presentes pelo colóquio
                cretária de Estado das Comunidades   não se lembra de deixar Bragança e   e lembrou como todos fazemos
                Portuguesas, da Dr.ª Gilda Pereira,   fazer um testamento quando vinha   parte da mesma comunidade, em
                vice-presidente da AILD, e o Profes-  até Lisboa, pois, era uma aventura   Portugal e noutros países.
                sor Carlos Carreto, coordenador do   que levava alguns meses. Hoje é   Resta agradecer a todos os partici-
                Departamento de Línguas, Culturas e   possível ir de Bragança a Lisboa com   pantes, convidados, público presen-
                Literaturas Modernas da FCSH.    alguma facilidade. Os portugueses   te e público que nos acompanhou
                O segundo painel foi moderado por   já não sentem que estão distantes   online, à Faculdade de Ciências
                Vera Magarreiro, da LUSA, e que teve   de Portugal como no passado, que   Sociais e Humanas na pessoa do seu
                como intervenientes o professor   viver em Paris, Sidney ou Macau   diretor Prof Doutor Francisco Cara-
                Marco Neves da FCSH, o Dr. José   não é muito diferente de viver em   melo, que nos recebeu e usou da
                Governo, diretor de comunicação da   Lisboa, não é isso que os impede de   palavra para dar as boas vindas aos
                AILD e a professora Tina Conceição   exercer os seus direitos e obrigações   presentes, aos nossos parceiros me-
                na qualidade de ex. emigrante.   de qualquer outro cidadão, são   dia (Rádio Renascença, Lusojornal
                Ouvimos várias opiniões, por parte   cidadãos de plenos direitos. Não es-  e Observa Magazine), às empresas
                dos intervenientes, sobre a palavra   queçamos que tudo indica que ha-  Cisterdata, EI! e Amostra de Letras,
                Diáspora, não deixando dúvidas que   verá tantos portugueses residentes   à comunicação social presente e
                o vocábulo remete para o passado e   no estrangeiro como em Portugal.   naturalmente, à fantástica equipa
                não representa de todo a diversidade   Também seria interessante compa-  da AILD.






        PAG  6   |   OBSERVA - MAGAZINE
   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11