Page 7 - Observa Magazine Junho
P. 7

ASSOCIADOS aild
        Reencontro




        O  Verão  aproxima-se,  e  finalmente  é
        hora  dos  nossos  compatriotas,  emi-
        grantes,  lusodescendentes  e  expatria-
        dos voltarem a Portugal, aproveitando
        as  suas  férias  de  Verão  para  reverem
        familiares  e  amigos,  para  consolar  os
        doentes, para viverem o luto daqueles
        que  partiram  praticamente  sozinhos,                                            Thierry Almeida
        devido às limitações impostas pela luta                                  Thierry  Almeida, nasceu na Suíça-Vevey,
        contra a COVID-19.                                                       detentor da dupla nacionalidade Suíça/
        É também, hora para visitar e revisitar                                  Portuguesa. Fez a “Maturité professionnel-
        os espaços sagrados do nosso País, sen-                                  le” em Arquitetura e Ciências da Vida. Em
                                                                                 2014, foi bombeiro voluntário no SDIS-LA-
        do o maior relevância, o Santuário de                                    VAUX, e em 2016 ingressou no serviço mi-
        Fátima.                                                                  litar no Regimento de Infantaria em Cham-
        Reiteramos  as  recomendações  defini-                                   blon – Suíça. Em 2018, concluiu o CFC em
                                                                                 Finanças, Marketing e Recursos Humanos
        das pelas autoridades portuguesas de                                     na Escola Profissional e Comercial de Lau-
        saúde, como forma de se protegerem e                                     sanne, tendo depois exercido funções no
        velarem pela saúde de todos nós.   alegria  ao  longo  do  Verão  e  mantém   departamento comercial e recursos huma-
        Neste campo, a prudência nunca é de-  vivas as tradições.                nos na Securitas SA – Lausanne. Em 2018,
                                                                                 concorreu à “Miss & Mister Suisse Franco-
        mais, e por isso, devemos verificar se a    A festa é uma componente intrínseca   phone”.  Praticou  futebol  federado  no  FC
        zona de destino não está sujeita a nor-  ao Verão, aproxima-se já o 10 de Junho,   de Puidoux. Amante dos desportos de in-
        mas  de  quarentena,  devemos  tomar   Dia de Portugal, Dia do Anjo da Guarda   verno – esqui e apaixonado pela aventura
                                                                                 à descoberta da natureza.
        cuidados especiais pelo menos quinze   de Portugal, Dia das Comunidades Por-
        dias antes de iniciar a viagem para Por-  tuguesas,  dia  de  Camões  e  da  Língua
        tugal, para evitar novos focos de con-  Portuguesa entre outras efemeridades
        tágio  da  COVID-19,  e  devemos  estar   que se festejam por estes dias. Não fal-
        atentos aos sintomas associados a este   tarão, portanto, motivos para festejar,
        vírus, comunicando com a linha de saú-  e caberá a todos nós encontrar a criati-
        de 808 24 24 24 caso se justifique.   vidade para não deixar de festejar estas
        Convém  também,  confirmar  com  an-  datas, sem esquecer as limitações que
        tecedência,  que  meios  de  transportes   ainda se fazem sentir e os cuidados a
        poderão ser utilizados para viajar para   ter devido à Covid-19.
        Portugal, nomeadamente, as datas de   Aproveitemos pois, para viver intensa-
        reabertura das fronteiras terrestes.  mente a presença dos nossos compa-           Cristina Amaro
        Estamos  convencidos,  que  as  nossas   triotas, familiares e amigos que breve-  Alfacinha de gema nasceu, como tantos
        comunidades  portuguesas  espalha-  mente estarão a caminho de Portugal,   outros Lisboetas na Maternidade  Alfre-
        das pelo mundo, continuarão a ser um   enchendo de vida e alegria cada canti-  do da Costa, a 9 de Agosto de 1972. Em
        elemento  revitalizador  da  economia   nho do nosso território.         2006 e por iniciativa do marido Mário, mu-
                                                                                 daram-se com os dois filhos, Martim e Vi-
        nacional, não só pelas suas remessas,                                    cente para Copenhaga na Dinamarca. Em
        como também, pelo consumo que rea-                                       2008 criou o grupo de facebook Portugue-
        lizam  sobretudo  no  interior  do  nosso                                ses em Copenhaga, que conta hoje com
        país, onde a economia se encontra num                                    quase 2000 membros, e em 2015 foi um
                                                                                 dos membros fundadores da  Associação
        profundo estado de letargia.                                             Portuguesa - P.F.iD. , sendo presidente du-
        Revitalizador  também,  pela  sua  pre-                                  rante dois anos. O desafio do momento é o
        sença física, pois, muitas das romarias                                  recém criado Grupo de Apoio à Comunida-
                                                                                 de Portuguesa na Dinamarca, sem nunca
        e festas de Verão são assegurados por    Philippe Fernandes              descurar a sua página web, Portugueses na
        mordomos emigrantes ou lusodescen-     Presidente da Associação Internacional   Dinamarca:
                                                    de Lusodescendentes
        dentes,  que  garantem  momentos  de       philippefernandes@aild.pt     www.portuguesesnadinamarca.com

                                                                                     OBSERVA - MAGAZINE   |   PAG  7
   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12