Page 9 - Observa Magazine Julho
P. 9

DE REGRESSO A PORTUGAL



                               HENRIQUE JOSÉ PIRES DOS SANTOS ALMEIDA


















































        Emigração Dra. Manuela Aguiar inter-  fui nomeado, pelo então Secretário de   de Estado Francês e da Embaixada de
        ferisse junto da Presidência da Fun-  Estado da Emigração, assim como ou-  Portugal, estes que infelizmente já nos
        dação que eu aceitasse uma nomeação   tros colegas o foram, para Delegados   deixaram, Jaime de Lima Ribeiro, Bap-
        para ir para a DCAPF, em Paris, que na   da Emigração, junto dos Consulados.  tista de Matos, Carlos Duarte, e Eng
        altura dependia do IACP - Instituto de                                  Almiro Gonçalves. Outros ainda feliz-
        Apoio Comunidades Portuguesas. As-  OM: Aproveitando o “embalamento”    mente vivos de grande importância
        sim, fui para Paris, tomando posse no   da história da emigração, particular-  Política e Associativa, Paulo Marques
        dia 01 de Setembro de 1981, onde esti-  mente em França, contada na primeira   e Mário Castilho. Gostava de referir
        ve até 30 de Julho de 2004, quando o   pessoa, como era o Movimento Asso-  que durante os anos que permaneci
        então Secretário de Estado das Comu-  ciativo em França nessa altura?   em França tive a honra de trabalhar
        nidades Portuguesas Dr. José Cesário,                                   com muitos colegas e com superio-
        nomeou-me para o Consulado-Geral    HA: O movimento Associativo em      res hierárquicos de quem hoje ainda
        do Rio de Janeiro, onde trabalhei até ao   França era enorme, na altura dos anos   continuamos a ser amigos e trocamos
        dia que por força da Lei me reformei a   80 chegaram a ser cerca de 420 asso-  mensagens sobre a emigração apesar
        10 de Maio de 2010.                 ciações,  todas  com  intensa  atividade.   de  haver  diferenças  ideológicas,  mas
        Ser-me-á difícil distinguir, porque   Apesar de tudo sobre França e seus   sabendo que os interesses existentes
        não quero correr a indelicadeza de   representantes,  não  me  ficaria  bem   nas Comunidades são os mesmos, os
        deixar por mencionar os portugueses   sem mencionar, três nomes da Comu-  meios de alcançar por vezes diferen-
        que ao longo de tantos anos contac-  nidade de grande influência junto das   tes. Terminando o tempo de França
        tei em França, até porque, em 1991   próprias Comunidades, dos Serviços   saliento os superiores Hierárquicos


                                                                                     OBSERVA - MAGAZINE   |   PAG  9
   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14