Page 5 - Observa Magazine Julho
P. 5

EDITORIAL







             Philippe Fernandes, Presidente da Associação Interna-  A eles desafiamos conhecer a escritora e poetisa Olin-
             cional dos Lusodescendentes – associação que acaba de   da Beja e o seu livro «Um grão de café».  Estamos sem-
             lançar a sua plataforma digital - dá-nos conta do sen-  pre atentos ao nosso planeta e àquilo que podemos –
             tido que faz ter abraçado este projecto, no testemunho   verdadeiramente -   fazer  para o defender e por isso
             da sua experiência pessoal de jovem dedicado, desde   damos voz a quem nos escreve sobre as bicicletas: a
             cedo, à causa associativa, em França. Entrevistamos o   nova tendência de mobilidade urbana sustentável.
             Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, e fica-  Pode meter a bicicleta no carro e descanse uns dias
             mos a saber que «será implementado um plano de di-  na Casa do Rio, em Amonde, Viana do Castelo. Estive-
             namização da procura interna que satisfaça as motiva-  mos lá, à conversa com os anfitriões desta casa onde
             ções dos portugueses no contexto de pós-pandemia e   encontra o silêncio, o tempo e a autenticidade de que
             que permita dar início à retoma turística em Portugal,   todos precisamos, na adaptação à nova normalidade
             um país onde o turismo emprega cerca de 400 mil tra-  ou – afinal  -  na normalidade que sempre aspiramos,
             balhadores…» Conseguirá Portugal manter-se no top   na companhia da água corrente do rio, próximos do
             of mind dos turistas? Conseguiremos crescer em nú-  mar. Se quiser, seja o comandante da sua vida, se-
             mero de hóspedes e dormidas, ao longo de todo o ano e   guindo o Céu que nos une. No Património da Lusofo-
             em todo o território? No que depender da OBERVA Ma-  nia, o  autor destes divertidos artigos, apresenta-nos
             gazine, certamente que sim. Como sempre, damos voz   as «Beldroegas, daninhas de bô sustimento ricas em
             ao Conselho das Comunidades portuguesas, desta vez   proteínas, vitaminas A [uma das mais ricas entre ve-
             sobre a participação cívica e política dos portugueses   getais de folhas verdes], C [ao longo dos séculos foi
             nos seus territórios de residência, um tema assinado   muito utilizada na cura do escorbuto] e E, de valio-
             pelo Conselheiro Paulo Marques. Colhemos um bom   sos minerais [cálcio, fósforo, ferro, magnésio, sódio e
             exemplo  -  na  opinião de  Lurdes  Gonçalves, Coorde-  potássio, anti-oxidantes, flavonoides, ácidos fenóli-
             nadora do EPE - Ensino Português no Estrangeiro na   cos e outros ácidos gordos».
             Suíça, e desejamos inspirar outros países na dissemi-  Pedro Guerreiro, em Da Alma: sabores lusos em es-
             nação da nossa língua e cultura, como agentes activos   tado líquido, faz um grande brinde aos agricultores
             de crescimento e valorizarão dos lusodescendentes   deste país!  Bem hajam Senhores!
             pelo mundo. Pensamos sempre nos lusodescendentes   Não se intoxique com a «informação covid», preserve
             de terceira e quarta gerações, que queremos não perder   a sua saúde mental e a sua liberdade individual.
             de vista e chamar à nossa companhia, aspirando a que   O resto deixo à sua descoberta; já sabe que o sur-
             se identifiquem com a nossa paixão pelo modo de ser   preendemos sempre e tem leitura para um mês.
             português, onde quer que estejamos.              Encontro marcado a 1 de Agosto!














                                                Madalena Pires de Lima
                                                      Diretora Adjunta
                                                  diretora@observamagazine.pt


                                                                                     OBSERVA - MAGAZINE   |   PAG  5
   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10