Page 8 - Observa Magazine Setembro
P. 8

DE REGRESSO


        A PORTUGAL



        José de


        Barros

        Saiu de Portugal

        com 3 meses.

        Regressou a

        Portugal  como

        Director da Lauak

        empresa de

        aeronáutica, em

        Setúbal. Portugal

        revelou-se  para si

        o  país eleito para o

        seu projeto

        de vida.





        Observa Magazine: Onde nasceu?      menos atrativa para os jovens. Além   regressamos de vez, e é na Lauak que
                                            disso, comecei a conseguir trabalhos   permaneço até hoje.
        José  de Barros:  Nasci  no  Minho,  em   de  verão  e  assim  preferia  ficar  em
        Vieira do Minho - Braga.            França. Nesse interregno, apenas vim   OM: Em França falava-se português
                                            um ano conhecer Lisboa e o Algarve.  em casa? E na escola?
        OM: Para que país emigrou e com que
        idade?                              OM: Quando regressou de vez e porque   JB:   Os meus pais falavam portu-
                                            voltou?                             guês connosco e nós respondíamos
        JB: Fui para França aos 3 meses, levado                                 em Francês. Dos 7 aos 11 anos havia
        pelos meus pais, como muitos portu-  JB: Regressei porque queria uma mu-  uma associação de portugueses onde
        gueses. Até aos 16  anos vinha a Por-  dança na minha vida, não especifica-  aprendíamos a língua. Era uma asso-
        tugal todos os anos, no mês de Agosto   mente para Portugal, mas em 2011 vim   ciação de cultura popular onde tam-
        e fazia férias na companhia da minha   a Lisboa e a minha mulher, que é fran-  bém, jogávamos futebol aos sábados
        família, entre os quais primos mais   cesa, também gostou muito de Lisboa   de manhã, e era nesse convívio que
        velhos.  Quando me tornei adolescen-  e de Portugal e resolvemos escolher   mantínhamos a ligação a Portugal.
        te e até aos meus 26 anos deixei de vir   Portugal para essa mudança. Pouco   Essa associação existia,  em  virtude
        a Portugal, pois aborrecia-me o facto   depois, e porque me surgiu uma opor-  de existir uma grande comunidade de
        de não ter primos da mesma idade e de   tunidade de trabalho, em Setúbal, na   portugueses a residir na minha cidade.
        ficar confinado a uma zona de Portugal   Lauak, uma empresa de aeronáutica,   Na escola aprendi português dos 11 aos



        PAG  8   |   OBSERVA - MAGAZINE
   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13