Page 7 - Observa Magazine Setembro
P. 7

Outra forma de regresso                                                         ASSOCIADOS aild


        a Portugal






        Os portugueses pertencentes às comu-  Ainda  se  pode fazer  mais nesta área,
        nidades  portuguesas no  estrangeiro   para que estes portugueses se sintam
        podem  participar  na  recuperação  do   bem-vindos  e apoiados,  quando  pre-
        seu país, após a onda de choque provo-  tendem replicar o seu sucesso no exte-
        cada pela Covid-19 na economia portu-  rior dentro do seu próprio país.
        guesa. Para isso, o Ministro de Estado e   Os portugueses no estrangeiro podem
        dos Negócios Estrangeiros, Dr. Augusto   também,  aceder  ao fundo  chamado
        Santos Silva, apresentou recentemente   “Fundo 200M” destinado a apoiar o in-      Ana Casanova
        o  Programa Nacional  de Apoio ao  In-  vestimento em Portugal, visando a con-  Ana Casanova nasceu em Luanda-Ango-
        vestimento, em que oferece condições   cretização de projetos e a realização de   la,  a 10 de Junho  de 1967. Residiu em
        mais vantajosas aos lusodescendentes,   participações de capital em empresas.  Portugal de 1979 a 2014, data em foi
                                                                                 residir para Genebra-Suiça. É membro da
        emigrantes e expatriados  que vivem   A AILD – Associação Internacional dos   direção e coordenadora cultural da Asso-
        fora de Portugal.                  Lusodesdencentes irá através do  Pro-  ciation Luso Suisse  Laços  e Presidente da
        Pretende-se  incentivar  e  convidar  os   movinvest, não só difundir estes apoios   Associação Mulher Migrante – Suiça, usan-
                                                                                 do as artes como “ferramenta de apoio”
        portugueses que vivem fora de Portu-  ao investimento, como também, reunir   às causas sociais que defende e em que
        gal, muitos  deles empresários  de su-  os empreendedores portugueses no es-  se implica. Publicou até à data dez livros
        cesso no país onde vivem, a aplicar o   trangeiro,  para  dinamizar  investimen-  de poesia. Participa em antologias e ter-
        seu talento empresarial também em   tos no nosso País e ajudar na conquis-  túlias  poéticas  e  nesta  área  já  recebeu
                                                                                 diversas  distinções  e  prémios.  Partilha
        Portugal, num projeto de investimento   ta de novos mercados no estrangeiro.  a sua poesia no blogue www.anavision.
        promissor, esperando que estes revita-  Portugal conta com os portugueses no   blogspot.com e na sua página oficial FB
        lizem o país, principalmente, o interior   estrangeiro para recuperar a econo-  “Ana Casanova Poesias”.
        do  território  nacional,  contribuindo   mia portuguesa, através da criação de
        para corrigir as assimetrias regionais.  empresas ou parcerias com empresas
        Destaca-se  o  programa  de  incentivo   nacionais.  Também,  por essa razão,
        chamado +CO3SO, em que se pretende   se  procura atrair jovens talentos por-
        atribuir um incentivo a fundo perdido,   tugueses no  estrangeiro, dando-lhes
        que cobre a 100% dos vencimentos de   condições preferenciais para o acesso
        cada posto de trabalho  criado e  mais   ao ensino  universitário em  Portugal.
        um apoio de 40% dos custos associados   Outros jovens poderão aproveitar  o
        à criação  de cada  posto  de trabalho.   programa Erasmus vindo para Portugal,
        Este incentivo foi muito bem pensado,   para conhecerem melhor o seu país e
        cobrindo  o pagamento da Segurança   contribuir para a sua recuperação.
        Social,  seguro  e subsídio  de refeição   Todos são bem-vindos.                    OLGA DAVID
        dos novos trabalhadores.           Todos são precisos, é hora de regressar!  Olga  David,  tem  ligações  às  raízes  da
        Está  prometido  aplicar-se  um  método                                  família no norte de país e no Brasil, no-
        “simplex” no  acesso,  análise  e paga-                                  meadamente, no Rio de  Janeiro, onde
        mento destes incentivos.                                                 tem familiares. Tendo frequentado o cur-
        Outra medida que constituiu um bom                                       so de Medicina Dentária, cedo percebeu
                                                                                 que teria que seguir o seu sonho pelos
        contributo para facilitar o investimen-                                  animais e mudou para Medicina Veteri-
        to dos lusodescendentes e emigrantes                                     nária, tendo recebido uma bolsa de mé-
        portugueses, é a possibilidade de criar                                  rito no primeiro ano da faculdade. Du-
                                                                                 rante o curso, conciliou  o estudo, com
        empresas “na hora” através da rede de                                    trabalho em part-time, voluntariado em
        consulados  portugueses. Parece  pois,   Philippe Fernandes              várias  associações  de  proteção  animal,
        existir  uma  genuína  intenção  de  valo-  Presidente da Associação Internacional   o gosto por viajar e pela leitura. Aliada
                                                                                 à prática clínica está neste momento a
                                                    de Lusodescendentes
        rizar  os empresários portugueses  não     philippefernandes@aild.pt     frequentar  uma  pós-graduação  na  área
        residentes, uma vez que até aqui, Por-                                   da dermatologia animal.
        tugal dava mais atenção e consideração
        aos empresários estrangeiros.
                                                                                     OBSERVA - MAGAZINE   |   PAG  7
   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12