Page 9 - Observa Magazine Outubro
P. 9

DE REGRESSO A PORTUGAL



                                                    CÉLIO SAUER



















































        tempo livre pratico a arte da literatura,   os advogados que atuam nesta área no   felicidade de finalizar o seu desenvol-
        tendo redigido sete livros publicados   país, quanto em relação à atuação do   vimento este ano, destinado a auxiliar
        na  Fundação  Biblioteca  Nacional  –   meu escritório que passou a estar se-  os imigrantes a recolocarem-se pro-
        Brasil e coloborado com artigos para a   diado em Portugal.             fissionalmente em Portugal.
        prestigiada revista Âmbito Jurídico.
                                            OM: Quais foram as dificuldades sen-  OM: Quais são as suas sugestões para
        OM: Com que idade regressou a Portu-  tidas no regresso?                que regressem a Portugal mais luso-
        gal e quais foram as suas motivações                                    descendentes?
        para esse regresso?                 CS:  A principal dificuldade é sempre
                                            “a quebra de laços estreitos” com fa-  CS:   Para que realizem a mudança com
        CS:   Foi com os meus 28 anos que jun-  miliares e amigos, assim como a rea-  planeamento  e  calma,  e  principal-
        tamente com a minha esposa, regres-  daptação de quem chega e encontra   mente, para que façam o projeto com
        sei a Portugal. Inicialmente a mudança   simultaneamente uma realidade tão   a inclusão de toda a família, de forma a
        tinha sido definida por motivos fami-  semelhante e tão distinta daquela que   que a dor da ausência de quem fica seja
        liares, no entanto, posteriormente, os   vivenciava no Brasil. Por essa razão   menos sentida. Além disso, penso que
        nossos projetos ativos com a comuni-  mantemos  informativos  constantes   devem  prestar  atenção  aos  projetos
        dade migrante de Portugal passaram a   para a comunidade que pretenda fazer   específicos do governo para incentivar
        ser a grande motivação, tanto no que   esta “mudança” (ou regresso) e con-  este retorno, como por exemplo bene-
        se relacionava a informativos e cur-  tamos até mesmo com um aplicativo   fícios fiscais, relativos a empregabili-
        sos voltados para os migrantes e para   gratuito de telemóvel, que tivemos a   dade, ou educação.




                                                                                     OBSERVA - MAGAZINE   |   PAG  9
   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14